Produtividade tóxica: como a busca pela redução de tempo afeta a na nossa saúde mental

Como a busca de ser mais produtiva e reduzir o máximo de tempo pode acabar em uma produtividade tóxica que faz muito mal a nossa saúde mental.


Tudo bem não se sentir produtivo o tempo inteiro, afinal todo mundo precisa ter momentos de lazer fazendo pausas diárias para parar de pensar em trabalho.

Há uma frase que é usada até nos dias atuais e tenho certeza que em algum momento você já teve ter entrado em contato com ela, seja dentro de uma rede social ou em cartazes pela cidade.

“Trabalhe enquanto eles dormem” dando a entender que devemos trabalhar mais e acordar mais cedo possível para ter um dia lindo e totalmente produtivo.

E não tem nenhum problema se você acorda diariamente às 5 da manhã, arruma sua cama, toma seu banho, escova dentes e depois mantém seu foco no trabalho.

O problema é quando outras pessoas querem inserir a sua rotina na vida delas sem se preocupar com os sinais que o nosso próprio corpo fala todos os dias.

Você precisa dar uma pausa…

A palavra pausa é utilizada de forma totalmente errada principalmente para quem vende cursos ou fazem vídeos dizendo “quanto mais você trabalhar mais dinheiro no fim do mês”.

Obviamente quando recebemos o nosso primeiro pagamento criamos na nossa mente uma meta nova de todos os meses do ano aumentar esse valor.

E novamente isso não é um problema! Querer ter uma melhor condição financeira para cumprir seus objetivos e metas de curto e longo prazo.

Mas o excesso de trabalho sem ter momentos de pausas e uma boa noite de sono pode ser prejudicial a sua saúde mental causando ansiedade e problemas ainda maiores.

Quando alguém diz: “Hoje não irei trabalhar, vou assistir uma série ou conversar com os meus amigos”. Um grupo de pessoas começam automaticamente a dizer que:

👉“Dessa forma ela nunca irá ganhar dinheiro”
👉 “Fica mais descansando do que trabalhando”
👉 “É desse jeito que quer conseguir um trabalho?”

Tudo isso ocorre pela palavra ou inserir um momento de descanso tem um significado na cabeça deles de preguiça, ou desculpa para não trabalhar.

Quem nunca ouviu essas frases de alguém próximo? Por que tem uma visão que precisamos trabalhar 8 horas por dia em casa, afinal se estabelecer um limite...

Você vira automaticamente uma pessoa que está criando desculpas, enquanto outros estão trabalhando e conseguindo até mesmo triplicar o valor mensal.

A fulana consegue ser produtiva eu quero ser igual a ela…

Às vezes uma digital influencer ou um vídeo normal dizendo apenas sobre a sua rotina diária se torna em poucos minutos uma competitividade.

Competitividade essa entre as pessoas que estão assistindo que na sua cabeça se conseguir fazer mais tarefas do que a fulana eles ganharam essa disputa.
Quando a produtividade virou essa briga de quem é mais produtivo, de quem trabalha mais, estudar para ter um caderno bonito e organizado?
Ocorreu quando nós permitimos buscar sobre esse tema e acreditar que fazendo as mesmas coisas que ela irá aumentar a nossa qualidade de vida.

Cada corpo e mente funciona de uma maneira, e isso significa que talvez a sua não se comporte da mesma forma do que ela.

E não precisamos se preocupar com isso! Afinal não precisamos  fazer as mesmas coisas do que foi dita em um curso de gurus sobre produtividade e muito menos em um vídeo.



Tenha um tempo para descansar e deixe de lado ou até mesmo de seguir esse tipo de gente que acredita que para ser produtiva é necessário trabalhar o tempo todo.

5 sinais que você está com uma produtividade tóxica

#1: Sentimento de autocobrança:

Devido à pandemia, muitas pessoas acabaram criando uma rotina de trabalho e estudos dentro da sua casa tendo que respeitar e cumprir atividades dentro de um prazo.

Quando trabalhamos para si mesma esse prazo pode ser definido por cada um de nós, afinal temos esse controle de definir quantas horas de trabalho serão feitas.

Por conta de ter tantas tarefas para fazer começamos a tentar se encaixar em um método de produtividade para reduzir esse tempo o máximo possível.

E quando permitimos observar se tudo que planejamos foi concluído. Entendemos que faltar algo ou algumas tarefas não foram concluídas.

Então surge aqueles pensamos de: “Por que eu não acordei cedo?”, “Por que eu sou assim” e “Por que eu fui assistir aquela série”.

Isso são sentimentos e falas quando há a autocobrança, por se cobrar de mais e não entender que não ter um dia produtivo é totalmente normal.

02. Bloqueio criativo

O bloqueio criativo pode estar ligado com a produtividade tóxica por querer tanto ser mais produtiva e trabalhar mais do que permitido.

Acordamos em um belo dia sem conseguir produzir absolutamente nada e ainda se perguntamos o motivo que acontece isso.

E pode acontecer porque você acabou não ouvindo o seu próprio corpo, quando ele disse para você descansar um pouco.

  • Quando ele disse dorme mais um pouco.
  • Quando ele disse não trabalhe hoje.
  • Quando ele disse descanse mais.
  • Ou que precisava pensar em outras coisas além de cumprir metas.
03. Não ter um equilíbrio

A saga de querer fazer milhares de coisas por dia, ganhar mais dinheiro e cumprir metas diárias agindo como um robô de um filme.

- Leia também: Como cuidar da sua saúde mental em meio a pandemia

O mesmo robô que tem uma bateria que precisa ser carregada, afinal sem isso ele não funciona dentro de uma indústria ou no decorrer do enredo do filme.

Acreditar em discursos prontos de dormir e acordar bem todos os dias cedo, para ter um tempo maior de descanso e melhores formas de alcançar um objetivo.

Acreditar que precisamos cumprir prazos e metas estabelecidas por nós mesmos cada dia como se fosse o último dia das nossas vidas.

04. Viver em uma competição

Essa competição feita entre você e uma pessoa que não te conhece, porque não convive diariamente contigo.

Criamos essa ideia na nossa cabeça que precisamos sempre fazer melhor do que os gurus da produtividade.

Ter uma rotina de estudos melhor do que a fulana para aprender mais… e, no fundo, sabemos que muitas vezes o resultado não sai como o esperado.

05. Necessidade de produzir o tempo todo

Ninguém é produtivo o tempo todo! Você pode acordar um pouco mais tarde e conseguir trabalhar bem e ter períodos de 10 minutos de pausas.

 Precisamos quebrar esse pensamento de ser produtivo o tempo inteiro e todos os dias.



O simples fato de anotar em uma folha de caderno, sites e aplicativos o que devemos fazer no nosso dia a dia. E se não fizermos uma ou até quatro das nossas tarefas não precisamos se culpar.

Hoje temos acesso a quantos dias de quarentena passamos nas nossas casas se preocupando em reduzir tempo e mais tempo.

Mais esquecemos que essa vontade de não ter descanso pode acabar com a nossa saúde mental.

Conclusão disso tudo.

Não vai ser de um dia para noite que você irá parar de pensar em trabalhar o tempo todo, isso irá levar tempo e você precisa ser forte.

Comece criando seus próprios horários definindo momentos de pausas, priorizando a sua saúde mental e o tempo de trabalho diário.

Tenha uma boa noite de sono para acordar melhor no dia seguinte, busque largar essa ideia de não descansar para reduzir uma tarefa de trabalho. 

Entenda os sinais que o nosso próprio corpo alerta. Insira em um papel de parede no seu computador, no seu celular ou usar um alarme para te lembrar de ter esses momentos de lazer.

Quer saber como ganhar mais dinheiro? Determine pequenos períodos de pausa para trabalhar cada vez melhor e mostrando isso para a sua audiência.


Faça um comentário