Como perder o medo de falar em público



O medo de falar em público é muito comum em diversas pessoas com diferentes idades, um dos principais sinais deles são: mãos trêmulas, a voz não conseguir sair e coração disparar de forma acelerada.


Com todos esses sinais começamos a imaginar que a plateia que está assistindo uma apresentação seja quatro vezes maior do que ela realmente é.

Em 2015 foi realizado uma pesquisa feita pelo jornal Sunday Times com esse tema e apresentou os seguintes resultados: 41% das pessoas responderam que o medo de falar em público é maior que enfrentar problemas financeiros, mortes e doenças.

Essa pesquisa foi realizada no Reino Unido e com esse resultado podemos observar que não existe nenhuma fórmula mágica para solucionar esse problema.

Pensando nisso você terá acesso a 10 dicas para conseguir de fato vencer a ansiedade no momento de fazer algum seminário e aprender a falar em público.

1- Saiba o que você vai dizer:

Sempre quando fazemos trabalhos em grupos dividimos o tema em partes iguais para cada integrante, fazendo que o conteúdo seja abordado com diferentes opiniões por cada pessoa do grupo.

Depois de fazer essa divisão será o momento de entender esse assunto para evitar situações desagradáveis como dar um branco no momento que chegar a sua vez de falar.

Evite sempre tentar gravar cada palavra do texto, sabemos que essa técnica de memorização pode não funcionar em todos os casos, por isso é melhor entender o tema do que tentar gravá-lo.

Caso tenha dificuldade nesta etapa procure vídeos no YouTube sobre esse assunto, anote partes importantes do texto e depois passe ele a limpo com as suas palavras.

2- Imagine todas as perguntas possíveis:


Sempre durante uma apresentação poderá surgir dúvidas de alguma pessoa que esteja assistindo, por esse motivo devemos sempre estar preparados (as) quando isso ocorrer.

Escreva em uma folha de papel todas as perguntas que podem ser feitas e as respostas.

Lembre-se também de estudar o tema inteiro, afinal quanto mais você saber sobre ele melhor será as suas respostas no momento de alguém simplesmente fazer uma pergunta.

3. Leve um roteiro com você:


Faça uma pequena checklist do que deve ser feito no início, meio e fim de um seminário como, por exemplo:

☑Cumprimentar a plateia com “Bom dia, Meu nome é Beatriz e iremos falar sobre….

☑ Começar a apresentação

☑ Usar sempre dados estatísticos, pesquisas em sites confiáveis e que a maioria já tenha acessado, usar gráficos e imagens de qualidade.

☑ Terminar a sua apresentação.

4. Faça treinamentos:

Reunir seus amigos e a sua família para ouvir você se apresentar pode ajudar a ter mais confiança durante um seminário.

Escutar as opiniões positivas e negativas deles podem melhorar a sua postura, o tom da sua voz e a esconder o nervosismo.

Podemos também fazer esse mesmo treinamento no espelho imaginando cada pessoa que estará naquele mesmo local.

5. Entenda quem são os seus ouvintes:

Em trabalhos escolares sempre conseguimos saber o nome e a característica de cada um e isso pode ajudar de alguma forma a diminuir o nervosismo e os pensamentos que rondam a nossa cabeça.

“Não conheço ninguém o que eu posso fazer?”
Basta criar uma característica para cada um que estará presente, que de alguma forma irá fazer você não ter nenhum medo deles ou das suas expressões faciais.

6. Tenha sempre bons pensamentos:

Evite querer imaginar o que está sendo passado na cabeça dos seus ouvintes ou olhar para as caras e bocas que eles podem fazer.

Sempre confie em você e coloque pensamentos positivos na sua mente, respire fundo e pense em tudo que foi estudado.

7. Entenda que imprevistos acontecem:

Quem nunca acabou pulando a parte que você devia dizer no momento de um seminário? Isso realmente acontecem com diversas pessoas.

Sempre haverá imprevistos que irá fazer que a confiança de garantir uma boa nota não seja alcançado.

Nesses casos devemos manter a calma, respirar fundo e voltar ao início da apresentação ou buscar novas soluções para resolver esse problema.

8. No momento das suas apresentações:

  • Evite usar muito texto você pode acabar se enrolando caso dê um branco ou até mesmo a leitura se tornar cansativa para quem está assistindo.
  • Evite usar fontes muito pequenas ou que seja muito pesadas que também pode atrapalhar na leitura.
  • Use imagens de alta qualidade durante as suas apresentações, utilize as opções de gráficos, memes para deixar a apresentação mais interessante.

9. Faça meditação:

A meditação tem diversos benefícios e algum deles são aumentar a sua autoestima e reduzir a ansiedade.

Para isso basta escolher um local arejado e calmo e sentar em postura ereta, caso preferir poderá colocar uma música calma para ajudar você a se sentir mais relaxado.

10. Esqueça o e se…

Evite sempre pensar o que poderia ter sido melhor se alguns imprevistos não acontecessem essas duas palavras são sempre de dúvidas e elas devem ser retiradas no seu pensamento.

"E se eu não tivesse travado no meio da apresentação"

"E se eu tivesse respondido aquela pergunta"

"E se eu tivesse estudado mais"

"E se eu não tivesse errado aquela palavra"

"E se eu não tivesse passado aquele slide"



Com esses 5 exemplos você já conseguiu ver que esses pensamentos não irá ajudar você a melhorar ou a vencer o medo de falar em público, pelo contrário irá fazer você ter que imaginar diversas situações que não são boas.

BÔNUS: Checklist para você falar em público:


Faça o download da checklist que irá ajudar você a melhorar a forma de você explicar diversos temas no momento de uma apresentação.




Baixar Checklist da Cor: Rosa ou Azul.

Conclusão:


Nessa postagem você teve acesso a 10 dicas que deram muito certo para mim no momento da minha glossofobia que é o medo de falar em público.

Tenho certeza que se você colocar todas elas em prática suas apresentações escolares ou para algum seminário de trabalho serão muito melhores.

Comentários

(2)

Postar um comentário

1- Seu comentário é muito importante para o andamento do blog e somente com ele saberemos se o assunto poderá ser publicado com mais frequência no blog.

2- Ative sempre a barrinha notifique-me pois assim que seu comentário for respondido você leitor(a) será o primeiro (a) a saber.

3- Deixe o link do seu blog abaixo dos comentários assim todos os usuários poderão também visitá-lo.

4- Evite xingamentos, palavras de baixo calão nas postagens!